Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

CCNA - Conectando no Router



Este é um video básico que ensina como conectar a porta COM de um PC ou Notebook em um Roteador ou Switch e configurar a conexão no Hyper Terminal.

Abs.
Wilton Paulo.

Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Red Hat Certificate


Caros,

Para quem está estudando ou pretende conseguir as certificações Red Hat, como a RHCT.
Segue um link com o material das certificações:

RH033 - Red Hat Linux Essentials
RH133 - Red Hat Linux System Administration
RH253 - Red Hat Enterprise Linux Network Services and Security Administration

Acessar

Abraços,
Wilton Paulo

Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Guia de Certificação Linux - Fuja


Caros,

Não comprem o livro 'Guia de Certificação Linux' da editora Brasport. Ele contém um copy paste do conteúdo do site da LPI.

Não cita fontes de nenhuma questão e ainda repete diversas questões no livro.



Abs.
Wilton Paulo.

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

CCNA Video Mentor

Caros,

Indico aqui um bom material de estudos para a certificação CCNA(640-802 e 640-801) com 2 horas de duração e com Labs em PDF. Pode ser adquirido diretamente no site da ciscopress ou por meios não legais.

É um review de tudo que já foi aprendido e pode ajudar muito nos estudos finais para a prova.

O CVM cobre os seguintes tópicos.

CCNA Basics
1. Navigating the Router/Switch Command Line Interface
2. Router Configuration and Managing Configuration Files

LAN Switching
3. Switch Basics: Learning, Forwarding/Filtering, and Interface settings
4. Configuring VLANs

Basic Routing
5. Static and Connected Routes
6. RIPv1 Configuration
7. RIPv1 with Split Horizon, Route Poisoning, and Poison Reverse

Advanced Routing
8. Single-Area OSPF Configuration
9. EIGRP Configuration and Operation
10. NAT Overload (PAT)

WAN
11. PPP and CHAP Configuration

Security
12. Access Lists

Abs.
Wilton

Adequação do Squid a redes de extrema carga

Caros Leitores,

Deixo aqui uma apresentação do Lucas Basilino feita no Fisl 8.0 em Porto Alegre.

Esta apresentação contém dicas úteis para quem quer 'tunnar' o squid e não sabe por onde.

O autor Lucas Basilino também ministra treinamentos sobre squid e outras tecnologias web.

Clique no link para baixar a apresentação:
Baixar: apres-squid


Um abraço a todos,
Wilton Paulo.

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Análise Forense em sistemas GNU/Linux

Um e-book escrito pelo Frederico Henrique Böhm Argolo, onde foi feito um trabalho visando:

• Estudo sobre a atual situação da legislação brasileira;
• Procedimentos para coleta de evidencias digitais;
• Utilização do conjunto de ferramentas de análise forense

O ebook pode ser baixado no link:
Download

Boa leitura.
Wilton Paulo.

Mp3 Search Engine

Caros,

Esta dica é meio off-topic no blog. Um engine que busca mp3, muito bom. Lá é possível encontrar muitas músicas e ouvir online.

É como se fosse um google voltado para mp3. Você ouve a música antes de baixar se é que vai querer baixar.

Link: http://skreemr.com/

I hope you enjoy it.
Wilton Paulo.

Domingo, 20 de Janeiro de 2008

ITIL - Vai de v2 ou v3 ???

Peguei este trecho do site www.tiexames.com.br que explica o quadro atual no Brasil em relação a certificação ITIL.

"Recomendo aos profissionais que continuem optando pela certificação ITIL® Foundation baseada na v2 por enquanto, pois esta é focada na descrição e gerenciamento dos processos. Os conceitos da v2 continuarão a ser praticados nas empresas por um certo tempo. A adoção da v3 será mais apropriada para empresas já com maturidade nos seus processos. Além disto, será mais fácil fazer o exame na versão 2, pois a quantidade de material disponível para estudos é muito maior do que a ITIL® v3."

Fonte: http://www.tiexames.com.br/ITIL3_Certificacao.php

Conclusão...acho melhor fazer a certificação ITIL v2 e futuramente fazer uma atualização para v3.

Cheers,
Wilton Paulo

Free Practice Exam Collection

Caros,

Indico mais um site muito bom, com diversos TestKings grátis. O site é http://www.examcollection.com, onde os arquivos estão nos formatos .pdf e .vce.

Para abrir estes arquivos .vce, você precisará do programa Visual CertExam Suite que se parece muito com o exame real, só que não é gratuito, porém é muito fácil encontrá-lo por meios não legais.

Um abraço,
Wilton Paulo

Sábado, 19 de Janeiro de 2008

ITIL v3 - O que mudou ?

Em meados do ano passado foi lançada a nova versão do ITIL, a versão 3.0. Mas o que efetivamente muda com a versão atualizada? O que acontece com quem já está certificado nas edições anteriores?

A COMPUTERWORLD disponibilizou um PDF com explicações para essas dúvidas que pode ser baixada no link a seguir.

Link: ComputerWorld

Abs.
Wilton Paulo.

Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

ITIL - Mini Simulado

Só para ter uma idéia de como vai seu conhecimento em ITIL, postei este Mini Simulado com algumas questões.

Você está preparado para fazer a prova do ITIL ?


1-Em qual documento você registra as solicitações que afetam a capacidade?

A - Plano de Capacidade
B - Plano de Melhoria dos Serviços
C - Programa de Qualidade dos Serviços
D - Requisitos de Nível de Serviços

2-Quando uma nova versão de um pacote de software e instalada em um desktop ou ambiente cliente/servidor, ela pode afetar outros pacotes de software.

Qual processo ITIL verifica se outros pacotes de software devem ser testados e instalados novamente em uma situação como esta?

A - Gerenciamento de Mudanças
B - Gerenciamento da Continuidade dos Serviços de TI
C - Gerenciamento de Problemas
D - Gerenciamento de Liberações

3-Que atividade faz parte do processo de Gerenciamento da Disponibilidade?

A - classificação da Requisição de Mudança
B - definição do código de impacto dos incidentes
C - identificação de problemas com a disponibilidade dos serviços de TI
D - medição da disponibilidade dos Serviços de TI

4-Qual processo ITIL assegura que os Serviços de TI serão restabelecidos, o mais breve possível, em caso de falhas?

A - Gerenciamento de Mudanças
B - Gerenciamento de Incidentes
C - Gerenciamento de Problemas
D - Gerenciamento do Nível de Serviço

5-Que informação o processo de ‘Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI’ fornece para o Gerenciamento do Nível de Serviço?

A - a disponibilidade dos serviços de TI em um determinado período
B - os custos do sistema de gerenciamento Financeiro
C - os custos totais de gerenciamento da rede
D - quanto foi gasto em serviços de TI por cliente



Respostas

1-D - As solicitações são registradas nos Requisitos de Nível de Serviço, que compõem a base para o projeto, desenvolvimento e construção do serviço para que, no final, o acordo de Nível de Serviço possa ser garantido.

2-A - O Gerenciamento de Mudanças assegura que os riscos associados a uma Mudança sejam mantidos no nível mínimo.

3-D - Adicionalmente as informações, medir e a atividade mais importante do Processo de Gerenciamento da Disponibilidade. As atividades de mensuração e geração de relatórios formam as bases para a verificação dos acordos sobre os serviços, a remoção de situações de problema e a formulação de propostas de aperfeiçoamento.

4-B – Falhas (Incidentes) são reportadas através do Gerenciamento de Incidentes.
O Gerenciamento de Incidentes tenta resolver as falhas o mais breve possível.

5-D – Esse e um dos quatro itens, relativos a custo, que são reportados para o Gerenciamento do Nível de Serviço.


Abs.
Wilton Paulo

Revista Linux Journal - De Graça em PDF

Guys,

Para quem curte a revista Linux Journal, basta entrar no site deles e colocar o email, logo em seguida receberá um email com o link para baixar o PDF da revista gratuito.

"Linux Journal is pleased to offer you a copy of our digital edition FREE! Best of all, there's no obligation, and no credit card is required to download your free copy."

Link: http://www.linuxjournal.com/dlissue

A edição é do mês de dezembro.

Vale a pena conferir.

Wilton Paulo.

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Conversor de arquivos Online


Uma ferramenta que converte mais de 150 tipos de arquivos diferentes. Você pode converter arquivos nos formatos de áudio, video, documentos.

Fonte: YouConvertIT

Espero que gostem!
Wilton

Ebook - Chave para ter sucesso em Certificações

Encontrei este e-book na internet, pode ajudar muito a escolher uma certificação e nos métodos de estudos.

Nas primeiras páginas do ebook há um alerta...:-P

"This is a FREE ebook. You are walcome to share it with your friends, without alteration".

PS: Para baixar o ebook clique na imagem.

Boa leitura,
Wilton Paulo.

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008

Certificação Red Hat - Promoção de Verão

Pessoal,

Após a indicação de um amigo, não pude deixar de postar aqui. A Red Hat está com descontos interessantes, sem contar que a prova de certificação é grátis.

Carreira RHCT = exame grátis + 15% de desconto
Carreira RHCE = exame grátis + 15% de desconto
Carreiras RHCT e RHCE = exame RHCE grátis + 20% de desconto

Para quem tiver interesse, acesse o link abaixo.
http://www.br.redhat.com/training/promo/

Boa sorte,
Wilton Paulo

Cramsession LPI 1 para as provas 101 e 102


Caros,

Encontrei estes 2 PDFs, são bem legais. Eles tem o conteúdo para as provas 101 e 102, só não sei quanto a direitos autorais.

Achei interessante porque tem um "resumão" dos assuntos mais importantes.

Upei os arquivos na minha conta do eSnips:

ebook-Linux-Cramsession-for-Lpi-Linux-Part-1-Exam.pdf
ebook-Linux-Cramsession-for-Lpi-Linux-Part-2-Exam.pdf


Um abraço à todos!
Wilton Paulo.

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Mysql - Creating Database

Precisei instalar o mysql no meu desktop e não lembrava os comandos, mesmo porque não fazemos isso todo dia... :-P.

Este é mais um guia de consulta rápida do que um tutorial. Então vamos lá.

-> Depois de instalar e iniciar o Mysql, o comando a seguir criará o banco de dados.

[root@fedora root]# mysql_install_db
Installing all prepared tables
Fill help tables

To start mysqld at boot time you have to copy support-files/mysql.server
to the right place for your system

PLEASE REMEMBER TO SET A PASSWORD FOR THE MySQL root USER !
To do so, start the server, then issue the following commands:
/usr/bin/mysqladmin -u root password 'new-password'
/usr/bin/mysqladmin -u root -h localhost password 'new-password'
See the manual for more instructions.

NOTE: If you are upgrading from a MySQL <= 3.22.10 you should run
the /usr/bin/mysql_fix_privilege_tables. Otherwise you will not be
able to use the new GRANT command!

You can start the MySQL daemon with:
cd /usr ; /usr/bin/mysqld_safe &

You can test the MySQL daemon with the benchmarks in the 'sql-bench' directory:
cd sql-bench ; perl run-all-tests

Please report any problems with the /usr/bin/mysqlbug script!

The latest information about MySQL is available on the web at
http://www.mysql.com
Support MySQL by buying support/licenses at http://shop.mysql.com
[root@fedora root]#


-> Para criar o banco, entre no mysql:

[root@fedora root]# mysql -u root -p
Enter password:
Welcome to the MySQL monitor. Commands end with ; or \g.
Your MySQL connection id is 2 to server version: 5.0.22

Type 'help;' or '\h' for help. Type '\c' to clear the buffer.

-> Digite o comando abaixo e pronto.

mysql> CREATE DATABASE mydatabase;
Query OK, 1 row affected (0.00 sec)

Abs!
Wilton Paulo

Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Tópicos para a LPIC1 - Provas 101 e 102

Caros,

Mais um post sobre a certificação LPI, coloco aqui os objetivos para se tornar um certificado Junior Level Linux Professional (LPIC-1).
Segue:

Exame LPI 101

1. Os Exames LPI
Visão Geral do Exame 101

2. Guia de Estudo para o Exame 101
Preparação para o Exame

3. Hardware e Arquitetura (Tópico 1.101)
Objetivo 1: Realizar Configurações Básicas de BIOS
O Limite de 1024 Cilindros
Objetivo 3: Configurar Modems e Placas de Som
Objetivo 4: Configurar Dispositivos Não-IDE
Objetivo 5: Configurar Diferentes Placas de Expansão para PCs
Objetivo 6: Configurar Dispositivos de Comunicação
Objetivo 7: Configurando Dispositivos USB

4. Instalação e Gerenciamento de Pacotes do Linux (Tópico 1.102)
Objetivo 1: Elaborar um Layout do Disco Rígido
Objetivo 2: Instalar um Gerenciador de Boot
Objetivo 3: Criar e Instalar Programas a Partir do Código-Fonte
Objetivo 4: Gerenciar Bibliotecas Compartilhadas
Objetivo 5: Usar o Gerenciamento de Pacotes do Debian
Objetivo 6: Usar o Gerenciador de Pacotes do Red Hat (RPM)

5. Comandos GNU e Unix (Tópico 1.103)
Objetivo 1: Trabalhar com a Linha de Comando
Objetivo 2: Processar Streams de Texto Usando Filtros
Objetivo 3: Realizar Gerenciamento Básico de Arquivos
Objetivo 4: Usar Streams, Pipes e Redirecionamentos
Objetivo 5: Criar, Monitorar e Terminar Processos
Objetivo 6: Modificar os Prioridades de Execução dos Processos
Objetivo 7: Buscar em Arquivos de Texto Usando Expressões Regulares
Objetivo 8: Realizar Operações Básicas de Edição de Arquivos Usando vi

6. Dispositivos, Sistemas de Arquivos Linux e o Filesystem Hierarchy
Standard (Tópico 1.104)
Objetivo 1: Criar Partições e Sistemas de Arquivos
Objetivo 2: Manter a Integridade dos Sistemas de Arquivos
Objetivo 3: Controlar a Montagem e a Desmontagem do Sistema de Arquivo
Objetivo 4: Definir e Visualizar Cotas de Disco
Objetivo 5: Usar Permissões de Arquivos para Controlar o Acesso aos Arquivos
Objetivo 6: Gerenciar a Propriedade dos Arquivos
Objetivo 7: Criar e Modificar Links Físicos e Simbólicos
Objetivo 8: Encontrar Arquivos de Sistema e Colocar Arquivos no Local Correto

7. O Sistema X Window (Tópico 1.1.10)
Uma Visão Geral de X
Objetivo 1: Instalar e Configurar o X11
Objetivo 2: Configurar um Display Manager
Objetivo 4: Instalar e Personalizar um Window Manager

8. Questões e Exercícios de Revisão para o Exame 101
Hardware e Arquitetura (Tópico 1.101)
Instalação e Gerenciamento de Pacotes do Linux (Tópico 1.102)
Comandos GNU e Unix (Tópico 1.103)
Dispositivos, Sistemas de Arquivos Linux e o Filesystem Hierarchy Standard (Tópico 1.104)
O Sistema X Window (Tópico 1.110)

9. Teste Prático do Exame 101
Questões
Respostas

10. Índice de Referência para o Exame 101
Hardware e Arquitetura
Instalação e Gerenciamento de Pacotes do Linux
Comandos GNU e Unix
Dispositivos, Sistemas de Arquivos Linux e o Filesystem Hierarchy Standard
O Sistema X Window

Exame LPI 102

11. Visão Geral do Exame 102

12. Guia de Estudos para o Exame 102
Preparação para o Exame

13.Kernel (Tópico 1.105)
Objetivo 1: Gerenciar / Consultar o Kernel e Módulos do Kernel em Tempo de Execução
Objetivo 2: Reconfigurar, Construir e Instalar um Kernel e Módulos de Kernel Personalizados

14. Boot, Inicialização, Finalização (Shutdown) e Níveis de Execução (Tópico 1.106)
Objetivo 1: Fazer Boot do Sistema
Objetivo 2: Modificar Níveis de Execução e Finalizar ou Reinicializar o Sistema

15.Impressão (Tópico1.107)
Visão Geral da Impressão
Objetivo 2: Gerenciar Impressoras e Filas de Impressão
Objetivo 3: Imprimir Arquivos
Objetivo 4: Instalar e Configurar Impressoras Locais e Remotas

16.Documentação (Tópico 1.108)
Objetivo 1: Usar e Gerenciar a Documentação Local do Sistema
Objetivo 2: Encontrar Documentação do Linux na Internet
Objetivo 5: Notificar Usuários Sobre Problemas Relacionados ao Sistema

17.Shells, Scripts, Programação e Compilação (Tópico 1.109)
Objetivo 1: Personalizar e Usar o Ambiente do Shell
Objetivo 2: Personalizar ou Escrever Scripts Simples

18.Tarefas Administrativas (Tópico 1.111)
Objetivo 1: Gerenciar Contas de Usuários e Grupos e os Arquivos de Sistema Relacionados
Objetivo 2: Ajustar o Ambiente do Usuário e as Variáveis de Ambiente do Sistema
Objetivo 3: Configurar e Usar Arquivos de Log do Sistema para Atender a Necessidades Administrativas e de Segurança
Objetivo 4: Automatizar Tarefas de Administração do Sistema Agendando-as para Execução Futura
Objetivo 5: Manter uma Estratégia Eficiente de Backup dos Dados
Objetivo 6: Manter Correta a Hora do Sistema

19.Fundamentos de Redes (Tópico 1.112)
Objetivo 1: Fundamentos de TCP/IP
Objetivo 3: Configuração e Resolução de Problemas de TCP/IP
Objetivo 4: Configurar o Linux como um Cliente PPP

20.Serviços de Rede (Tópico 1.113)
Objetivo 1: Configurar e Gerenciar inetd, xinetd e Serviços Relacionados
Wrappers TCP com inetd
Objetivo 2: Operar e Realizar a Configuração Básica do MTA
Objetivo 3: Operar e Realizar a Configuração Básica do Apache
Objetivo 4: Gerenciar Corretamente os Daemons do NFS e do Samba
Objetivo 5: Preparar e Configurar Serviços DNS Básicos
Objetivo 7: Preparar o Shell Seguro (OpenSSH)

21.Segurança (Tópico 1.114)
Objetivo 1: Realizar Tarefas de Administração de Segurança
Grupos de Trabalho SGID
Objetivo 2: Configurar a Segurança do Host
Objetivo 3: Configurar a Segurança no Nível do Usuário

22.Questões e Exercícios de Revisão para o Exame 101
Kernel (Tópico 1.105)
Boot, Inicialização, Shutdown e Níveis de Execução (Tópico 1.106)
Impressão (Tópico 1.107)
Documentação (Tópico 1.108)
Shells, Scripts, Programação e Compilação (Tópico 1.109)
Tarefas Administrativas (Tópico 1.111)
Fundamentos de Redes (Tópico 1.112)
Serviços de Rede (Tópico 1.113)
Segurança (Tópico 1.114)

23.Teste Prático do Exame 102
Questões
Respostas

24. Índice de Referência para o Exame 102
Kernel (Tópico 1.105)
Boot, Inicialização, Finalização (Shutdown) e Níveis de Execução (Tópico 1.106)
Impressão (Tópico 1.107)
Documentação (Tópico 1.108)
Shells, Scripts, Programação e Compilação
Tarefas Administrativas (Tópico 1.111)
Fundamentos de Redes (Tópico 1.112)
Serviços de Rede (Tópico 1.113)
Segurança (Tópico 1.114)

Fonte: http://www.lpi.org/en/lpi/english/certification/the_lpic_program

Abraços!
Wilton

Componentes de um roteador Cisco


Os roteadores Cisco tem uma arquitetura onde há componentes com funções importantes para iniciar o processos e gerenciá-los.

Os componentes são:

RAM/DRAM - Armazena as tabelas de roteamento, tabela ARP, cache de comutação rápida(switching), buffer de pacotes, também oferece memória temporária para processos em execução. Seu conteúdo é perdido ao reiniciar o roteador ou após uma queda de energia.

NVRAM - A memória NVRAM(Não volátil) armazena o arquivo de configuração startup-config que é se mantém armazenado mesmo após um boot no roteador.

Flash - É como uma memória ROM, porém é possível sobrescrever seu conteúdo. Ela retém a imagem do Sistema Operacional. Esta memória pode armazenar várias versões do software IOS.

ROM - Contém o POST(Power on Self-Test), um programa bootstrap e um Sistema Operacional com instruções básicas para casos de emergência. As atualizações desde software só podem ser efetuadas subtituindo chips que podem ser conectados à CPU.


É muito importante saber estes componentes e suas funções em detalhes se quiser passar em qualquer certificação Cisco.

Abs,
Wilton Paulo

Sábado, 12 de Janeiro de 2008

Linux - Uso Básico no Desktop


Achei este video no youtube, porém apesar de ser bem básico, vai ajudar muitos iniciantes no linux a ter um pouco mais de habilidade e o interessante do video é que a linguagem usada não é técnica.

O autor do video postou um how-to no forum do Fedora para configuração do beryl no Fedora 6.
http://www.fedora.org.br/post20489.html#20489

[]s,
Wilton

OpenBooks da O'Reilly


Praticamente continuando o tópico da última quinta, indico aqui outro site da O'Reilly.

Desta vez, são livros eletrônicos totalmente de graça que só podem ser lidos online, ou seja, não é possível fazer download, apenas ler os e-books diretamente no site.

A razão de serem livres é de que estão sob copyright abertos e/ou não são mais impressos.

http://www.oreilly.com/openbook/

Um abraço e boa leitura,
Wilton Paulo.

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

LPI...Por que se certificar ?


Encontrei este PDF em formato de slides, que detalha muito bem os objetivos da prova. Este material é de 2003 e mudou apenas em relação a LPI 3, que hoje já está disponível.

Faça o download aqui.

Este documento foi escrito pelo Evan Leibovitch e traduzido para o nosso idioma pelo Fernando Lozano, Conselheiro LPI Brasil.

Um abraço,
Wilton Paulo.

Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Linux E-book OpenSource

Caros,

Fuçando nos meus arquivos, encontrei este e-book e então resolvi compartilhar, sendo opensource, não há restrição contra compartilhamento do mesmo.

Este livro foi escrito pelo Paul Cheer e está em inglês. Além de cobrir os tópicos das provas LPI, RHCT e RHCE, ele cobre a administração de sistemas GNU/Linux para distribuições populares como RedHat e Debian.

Fazer Download

[]s,
Wilton Paulo.

Online e-books on Safari

Ai vai mais uma dica, desta vez é sobre o serviço de books online da O'Reilly. A editora disponibilizou em seu site diversos títulos para leitura online, você terá que pagar apenas se quiser o livro impresso ou pode-se assinar os livros que quer visualizá-los online.

Vale a pena dar uma olhada http://safari.oreilly.com.

Abs.
Wilton Paulo.

Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

RFC3261 - SIP messages

Procurando saber os códigos de erros das conexões VOIP onde trabalho, me deparei com uma RFC, que até então não conhecia.

A RFC3261, uma RFC para os erros ou mensagens dos SIP(Session Initiation Protocol) Servers, onde define a sinalização das conexões telefônicas via internet.

Segue a lista dos códigos:
-> Provisional 1xx
100 Trying
180 Ringing
181 Call Is Being Forwarded
182 Queued
183 Session Progress
-> Successful 2xx
200 OK
-> Redirection 3xx
300 Multiple Choices
301 Moved Permanently
302 Moved Temporarily
305 Use Proxy
380 Alternative Service
-> Request Failure 4xx
400 Bad Request
401 Unauthorized
402 Payment Required
403 Forbidden
404 Not Found
405 Method Not Allowed
406 Not Acceptable
407 Proxy Authentication Required
408 Request Timeout
410 Gone
413 Request Entity Too Large
414 Request-URI Too Long
415 Unsupported Media Type
416 Unsupported URI Scheme
420 Bad Extension
421 Extension Required
423 Interval Too Brief
480 Temporarily Unavailable
481 Call/Transaction Does Not Exist
482 Loop Detected
483 Too Many Hops
484 Address Incomplete
485 Ambiguous
486 Busy Here
487 Request Terminated
488 Not Acceptable Here
491 Request Pending
493 Undecipherable
-> Server Failure 5xx
500 Server Internal Error
501 Not Implemented
502 Bad Gateway
503 Service Unavailable
504 Server Time-out
505 Version Not Supported
513 Message Too Large
-> Global Failures 6xx
600 Busy Everywhere
603 Decline
604 Does Not Exist Anywhere
606 Not Acceptable

Fonte: http://www.ietf.org/rfc/rfc3261.txt

Cheers,
Wilton Paulo.

200 Questões - ITIL Papers

Pessoal,

Para quem está estudando para tirar a certificação ITIL, coloco neste blog um arquivo em formato txt com 200 questões que na verdade é algo muito parecido com um testking.

O material está em inglês, mas vai ajudar muito até para quem fizer a prova em português.

Segue link.

PS. Disponibilizei o material na minha conta do eSnips.

Até,
Wilton

Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

Testking 640-801 Traduzido - CCNA

Pessoal,

Encontrei o testking em Português(pt-br). Este testking cobre a versão 640-801 da prova CCNA e está no release v97.

Faça o download clicando em link1 ou link2.

Caso não consiga baixar, deixe um comentário que corrigirei o link o mais rápido possível.

[]s,
Wilton Paulo.

Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Configurando DHCP em um Router ou Switch Cisco

Este video tem um pouco mais de 3 minutos e é bem simples, onde mostra a configuração de um servidor DHCP, ou seja, o seu Router ou Switch Cisco distribuirá os IPs paras as estações de trabalho automaticamente.



Claro que também pode ser feito em servidores Windows ou Linux.

Abs.
Wilton

Get Ready for Your CCNA Certification


A recomendação é para quem está estudando para a certificação CCNA. Não deixe de visitar o CCNA Prep Center da Cisco.

O site é gratuito para todos e você só precisa se registrar no site da Cisco para logar no CCNA Prep Center.

O CCNA Prep Center oferece questões práticas, laboratórios, simulações, dicas, fórum de discussão, Vídeos e conselhos sobre o CCNA. Sem contar que tem alguns jogos que testam o nosso conhecimento sobre a prova.

O link para o site é: http://forums.cisco.com/eforum/servlet/PrepCenter

Um abraço,
Wilton Paulo.

Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Roteador no Linux com o Zebra

Zebra
O Zebra é um Software Livre, que usa protocolos de roteamento no TCP/IP, ou seja, ele praticamente transforma seu linux em um roteador, ele te dá a opção de configurar sua rede por uma interface idêntica a dos roteadores cisco. Suporta os protocolos RIPv1, RIPv2, OSPF e BGP.

O site do projeto é http://www.zebra.org. Vale a pena testar o software, principalmente para quem está estudando para certificações cisco.

Um abraço,
Wilton Paulo.

Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Virtual Desktops for Windows

Uso Windows e Linux no dia a dia, porém não estou acostumado a trabalhar com apenas 1 desktop no Windows. Analisando alguns desktops virtuais, vi que o “Virtua Win” é pelo menos o que mais se assemelha aos desktops do Linux.

O VirtuaWin gerencia os desktops virtuais, tem um design elegante, também é possível ter mais de 9 desktops virtuais e o melhor, está sob a licença GNU General Public License.

‘Virtual desktops are very common in Unix/Linux, and once you get accustomed to using them, they become an essential part of a productive workflow”

O site para download é virtuawin.sourceforge.net.

Até,
Wilton

Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Configurando ADSL PPPoE no Linux

Vou tentar deixar este tutorial o mais genérico possível.
Se você tem uma conexão ADSL PPPoe do tipo Speedy ou Velox e quer configurar esta conexão no Linux, pode seguir este procedimento.

Primeiramente é necessário verificar se o seu Sistema Operacional tem o pacote rp-pppoe, No caso de sistemas base Red Hat, rpm –qa | grep rp-pppoe.

Caso não tenha o pacote, você pode procurar nos links abaixo:
Slackware - http://www.linuxpackages.net
Base Red-Hat - http://rpmfind.net/
Ou pode usar o yum, apt-get, urpmi...

Após instalar o pacote rp-pppoe, execute então o adsl-setup para iniciar a configuração:
[root@localhost /root]# adsl-setup
Welcome to the Roaring Penguin ADSL client setup. First, I will run
some checks on your system to make sure the PPPoE client is installed
properly…
Looks good! Now, please enter some information:

USER NAME
>>> Enter your PPPoE user name (default user@isp.com):
Digite o seu login@provedor.com.br

INTERFACE
>>> Enter the Ethernet interface connected to the ADSL modem
For Solaris, this is likely to be something like /dev/hme0.
For Linux, it will be ethn, where ‘n’ is a number.
(default eth0):
Digite eth0 ou a interface conectada no modem.
Do you want the link to come up on demand, or stay up continuously?
If you want it to come up on demand, enter the idle time in seconds
after which the link should be dropped. If you want the link to
stay up permanently, enter ‘no’ (two letters, lower-case.)
NOTE: Demand-activated links do not interact well with dynamic IP
addresses. You may have some problems with demand-activated links.
>>> Enter the demand value (default no):
Recomendo deixar a opção default “no”

DNS
Please enter the IP address of your ISP’s primary DNS server.
If your ISP claims that ‘the server will provide DNS addresses’,
enter ’server’ (all lower-case) here.
If you just press enter, I will assume you know what you are
doing and not modify your DNS setup.
>>> Enter the DNS information here:
Digite o DNS primário de seu provedor
Please enter the IP address of your ISP’s secondary DNS server.
If you just press enter, I will assume there is only one DNS server.
>>> Enter the secondary DNS server address here:
Digite o DNS secundário de seu provedor
O link http://www.abusar.org/dns.html contém uma lista de DNS de diversas regiões.

PASSWORD
>>> Please enter your PPPoE password:
>>> Please re-enter your PPPoE password:
Digite sua senha no provedor.

FIREWALLING
Please choose the firewall rules to use. Note that these rules are
very basic. You are strongly encouraged to use a more sophisticated
firewall setup; however, these will provide basic security. If you
are running any servers on your machine, you must choose ‘NONE’ and
set up firewalling yourself. Otherwise, the firewall rules will deny
access to all standard servers like Web, e-mail, ftp, etc. If you
are using SSH, the rules will block outgoing SSH connections which
allocate a privileged source port.
The firewall choices are:
0 - NONE: This script will not set any firewall rules. You are responsible
for ensuring the security of your machine. You are STRONGLY
recommended to use some kind of firewall rules.
1 - STANDALONE: Appropriate for a basic stand-alone web-surfing workstation
2 - MASQUERADE: Appropriate for a machine acting as an Internet gateway
for a LAN
>>> Choose a type of firewall (0-2):
Firewall. Digite a opção que melhor se encaixa à sua configuração
Recomendo a opção “0”, porém depende do seu caso.
Start this connection at boot time
Do you want to start this connection at boot time?
Please enter no or yes.
Digite: yes – para que a conexão inicie no boot.

** Summary of what you entered **
Ethernet Interface: eth0
User name: user@provedor.com.br
Activate-on-demand: No
Primary DNS: xxx.xxx.xxx.xxx
Secondary DNS: yyy.yyy.yyy.yyy
Firewalling: NONE
>>> Accept these settings and adjust configuration files (y/n)? y
Digite “y” para aceitar a configuração:
Adjusting /etc/ppp/pppoe.conf
Adjusting /etc/resolv.conf
(But first backing it up to /etc/resolv.conf-bak)
Adjusting /etc/ppp/pap-secrets and /etc/ppp/chap-secrets
Congratulations, it should be all set up!

Depois de configurado, inicie a conexão:
[root@localhost /root]# adsl-start
. Connected!
Assim que a palavra connected aparecer, significa que a conexão está ok.

Resolvendo problemas:

Verifique se é possível navegar e/ou resolver nomes através do DNS.
[root@localhost /root]# ping www.uol.com.br

Caso não funcione, tente pingar diretamente o endereço IP.
[root@localhost /root]# ping 200.221.2.45

Visualize os arquivos de configuração:
[root@localhost /root]# cat /etc/resolv.conf
search seudominio.com.br
nameserver seu.1o.dns.aqui
nameserver seu.2o.dns.aqui

[root@localhost /root]# ifconfig
eth0 Encapsulamento do Link: Ethernet Endereço de HW 00:0A:E6:8B:12:81
inet end.: 192.168.0.1 Bcast:192.168.0.255 Masc:255.255.255.0
endereço inet6: fa80::20a:e26ff:fa8b:1281/64 Escopo:Link
UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Métrica:1
pacotes RX:44 erros:0 descartados:0 excesso:0 quadro:0
Pacotes TX:92 erros:0 descartados:0 excesso:0 portadora:0
colisões:0 txqueuelen:1000
RX bytes:6174 (6.0 KiB) TX bytes:8645 (8.4 KiB)
IRQ:11 Endereço de E/S:0xd800

lo Encapsulamento do Link: Loopback Local
inet end.: 127.0.0.1 Masc:255.0.0.0
endereço inet6: ::1/128 Escopo:Máquina
UP LOOPBACK RUNNING MTU:16436 Métrica:1
pacotes RX:5 erros:0 descartados:0 excesso:0 quadro:0
Pacotes TX:5 erros:0 descartados:0 excesso:0 portadora:0
colisões:0 txqueuelen:0
RX bytes:272 (272.0 b) TX bytes:272 (272.0 b)

ppp0 Encapsulamento do Link: Protocolo Ponto-a-Ponto
inet end.: 201.189.150.26 P-a-P:200.189.150.26 Masc:255.255.255.255
UP POINTOPOINT RUNNING NOARP MULTICAST MTU:1492 Métrica:1
pacotes RX:16 erros:0 descartados:0 excesso:0 quadro:0
Pacotes TX:15 erros:0 descartados:0 excesso:0 portadora:0
colisões:0 txqueuelen:3
RX bytes:2558 (2.4 KiB) TX bytes:2590 (2.5 KiB)

Tente um “route –n” e veja se a conexão default é a interface ppp0, caso não seja execute:
[root@localhost /root]# route del default
[root@localhost /root]# route add default ppp0

Se o procedimento acima não resolver seu problema, entre em contato.

Abs,
Wilton Paulo.

Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

Para quem está procurando emprego na área de TI

Pessoal,

Posto aqui alguns sites que oferecem vagas na área de TI.

http://www.apinfo.com
http://www.carreirati.com
http://www.wayjobs.com.br

Abraços,
Wilton Paulo.